ORAL NA RODA GIGANTE OKTOBERFEST

ORAL NA RODA GIGANTE OKTOBERFEST

Estava em São Paulo a passeio com meu namorado e meu sonho era ir a OKtoberfest . Fomos no fim de tarde, eu estava super entusiasmada! Pegamos Uber até o local já que a ideia era experimentar todas as bebidas e não correr risco de causar algum acidente e curtir todo o evento.

Chegamos ao local, com muitas pessoas, apresentamos nossa credencial e adentramos ao espaço. Muita gente já alegre, com copos personalizados do evento,  pura diversão…depois de alguns copos chopp ,resolvemos ir na roda gigante, cartão postal do evento em SP. Naquele clima romântico, nos beijávamos sem parar e um tesão enorme foi subindo pelo corpo a cada volta. Quando parava lá em cima, era o máximo! Ele estava todo eufórico, cada parada do brinquedo para adentrar mais pessoas, ele me olhava com aquela carinha que já sei o que quer…encontrei melhor ângulo para que não nos vissem e nosso clima se rompeu, mas logo lasquei um beijo em sua boca molhada. Nem nos importamos… O frio lá em cima era grande mas esquentou quando abri sua calça e coloquei seu cacete pra fora. Ele delirou quando caí de boca e o chupei. Sempre dizia que ninguém havia chupado seu pau como eu, que ele ia ao delírio, então resolvi usar meus dotes lá em cima e deixá-lo louco de desejo. Ele colocava o dedo em minha boca e acariciava o meu rosto, enquanto empurrava minha cabeça para o meio de suas pernas. Começou a balançar aquela xícara (não sei como se chama) onde estávamos, o que aumentava o perigo… Seu pau trincando de tão duro… Cai de boca naquele cacete gostoso, parecia um picolé delicioso que não me canso de chupar, só que muito mais gostoso, muito mais. Eu parecia uma puta safada na roda gigante, em uma das melhores aventuras… Eu o fiz delirar, ir mais às alturas do que já estava. Ele abriu minha blusa e começou a chupar meus peitinhos que estavam com os biquinhos durinhos… Eu fiquei masturbando ele, que me pedia pra ir devagar, pois queria gozar na minha boquinha… Eu toda tesudinha pedi a ele que enfiasse o dedo na minha xaninha, que mais que depressa o fez. Ahhhh… que tesão… O perigo me excita! Voltei a chupá-lo agora com mais intensidade e ele já estava quase a ponto de gozar, quando a roda gigante voltou a rodar. Sorte que foi parando de um a um, para que todos descessem. Sem perder o tesão, mas sim, quase perdendo a cabeça de tanto prazer, ele esporrou em minha boca, e eu engoli tudinho, sem deixar uma gotinha sequer… Fechamos mais que depressa nossas roupas e, meio ainda com as pernas bambas, fomos pra um lugar mais adequado, continuar a noite que prometia.

Excelente aventura.

Resultado de imagem para roda gigante oktober

0 Comment

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *